Artigos
Terça, 06 de Dezembro de 2016 04h30
ISNAR AMARAL: Consultor ambiental.



Harmonização do Ambiente Básico


O conceito de Ambiente Básico foi criado para definir o ambiente que realmente exerce uma influência direta na saúde da pessoa e nas suas atividades. Desta forma, define-se Ambiente Básico como o local onde a vida acontece, ou seja, onde a pessoa permanece por mais tempo, na residência e no local de trabalho.

A harmonização é o ato de equilibrar todas as formas incidentes de radiações e energias sutis no Ambiente Básico, de modo que fique equalizada com a frequência vital do ser humano.

Na visão geral, a harmonização do ambiente tem um cunho esotérico. Diversas práticas são utilizadas para esta finalidade, com vários graus de eficácia. O fato é que, analisando a partir de uma visão científica, esta harmonização é possível, a partir da identificação dos fatores causadores do desequilíbrio e a sua total eliminação ou compensação. Uma vez executado este processo corretivo e não havendo a incidência de novos eventos, a harmonização permanecerá por tempo indeterminado.

Muitas vezes algumas práticas trabalham apenas nos efeitos, maquiando a real situação. Se não houver a eliminação ou compensação das causas do desequilíbrio, é óbvio que a situação de desarmonia se restabelecerá em algum momento.

A execução de uma harmonização plena requer a análise minuciosa de um profissional especializado com conhecimento e treinamento, buscando identificar todas as formas de radiações estáticas presentes no ambiente, além de localizar os focos de concentrações nocivas.

As energias sutis se apresentam de forma dinâmica e de intensidade variável, tornando a sua eliminação ou compensação mais complexa. Na prática, as energias sutis de algumas origens nunca são plenamente eliminadas. Existe, sim, uma tendência para um grau máximo de eliminação quando o trabalho for bem elaborado.

O Ambiente Básico é um sistema onde tudo interfere em tudo. O motivo da harmonização é para equilibrar as pessoas que nele permanecem. É como um peixe em um aquário sendo tratado a partir da água, o seu ambiente. A pessoa, ao permanecer por mais tempo em um ambiente desequilibrado, pode sofrer a influência deste por meio da ressonância ou por ligações iônicas e apresentar problemas de saúde.

Para o processo de harmonização do Ambiente Básico ser permanente ou ter uma duração mais longa, deve ser executado a partir das causas, não bastando apenas eliminar os efeitos. Caso não seja efetuado desta forma, periodicamente deve ser refeito o processo.


Conforme a NBR 6023:2000 da Associacao Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto cientifico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: AMARAL, Isnar. Harmonização do Ambiente Básico. Conteudo Juridico, Brasilia-DF: 06 dez. 2016. Disponivel em: <http://www.conteudojuridico.com.br/?artigos&ver=2.57158>. Acesso em: 20 jun. 2019.

  • Versão para impressão
  • Envie por email
  • visualizações479 visualizações
  • topo da página


Artigos relacionados: