Artigos
Segunda, 06 de Agosto de 2018 04h30
BENIGNO NÚñEZ NOVO: Advogado, doutor em direito internacional pela Universidad Autónoma de Asunción.



Como escrever um livro e publicá-lo a custo zero


Resumo: Este artigo tem por objetivo demonstrar de forma sucinta como escrever um livro e publicá-lo a custo zero.

Palavras-chave: Livro. Escrita. Publicação a custo zero.

Abstract: This article aims to demonstrate briefly how to write a book and publish it at zero cost.

Keywords: Book. Writing. Publication at zero cost. 

Resumen: Este artículo tiene por objetivo demostrar de forma sucinta cómo escribir un libro y publicarlo a un costo cero.

Palabras clave: Libro. Escritura. Publicación a precio cero.

Sumário: Introdução. 2. Desenvolvimento. Conclusão. Referências.

Introdução

Escrever um livro deixou de ser algo impossível e tão complicado com a internet e o acesso as tecnologias, qualquer pessoa com criatividade e conteúdo consegue publicar um livro. Ainda mais com a alternativa crescente dos livros digitais, conhecidos como e-books, que tornaram os preços mais acessíveis e dispensam o papel, podendo ser lidos em smartphones (celulares), tablets ou aparelhos específicos como os e-readers.

Se você quer publicar um livro, independente do assunto e de seu público alvo, existem diversos recursos e serviços que facilitam sua vida. Pretendemos demonstrar de forma rápida e fácil como produzir um livro e publicá-lo a custo zero.

Um trabalho acadêmico como uma tese de conclusão de curso, uma dissertação de um mestrado e a tese de um doutorado ou de um pós-doutorado podem ser transformadas em um livro e publicado sem muita burocracia e sem dificuldades.

A finalidade deste artigo é demonstrar que os livros ainda estão em alta e há público tanto para impressos quanto e-books, demonstrando os passos desde a elaboração até a sua publicação de forma gratuita.

2 Desenvolvimento

Durante a vida estudantil ou acadêmica com certeza existiu a produção de um trabalho ou projeto que pode ser melhorado e transformado em um livro. O ponto de partida será algo que você tem e precisa ser moldado para que possa se tornar um livro de capa comum ou um eBook, segundo o seu interesse.

Para escrever um livro você precisa de uma ideia. Você pode se inspirar em coisas do cotidiano, do jornal, da tv, da internet ou até de outros livros. Mas você não pode utilizar a mesma ideia. Você tem que diferenciar e personalizar a ideia para que seu livro não seja parecido com o de outra pessoa.

Um livro precisa de um título que desperte a atenção de um público leitor, uma dedicatória, um sumário, partes divididas em capítulos.

A tese de conclusão de curso (TCC), eventualmente chamada trabalho de conclusão de curso, trabalho de graduação interdisciplinar, trabalho final de graduação, projeto de formatura, projeto experimental ou monografia de curso, com suas respectivas siglas, é um tipo de trabalho acadêmico no meio educacional brasileiro amplamente utilizado em cursos superiores e técnicos, como forma de efetuar uma avaliação final dos estudantes, que contemple a diversidade dos aspectos de sua formação educacional.

Dissertação de mestrado é uma modalidade de redação ou composição, escrita em prosa ou apresentada de forma oral, sobre um tema sobre o qual se devem apresentar e discutir argumentos, provas, exemplos etc. Nos meios universitários, equivale à tese, diferenciando-se, no entanto, desta pelo volume de material: a dissertação seria o material que envolvesse poucas páginas (até o limite de 100), enquanto a tese rotularia os textos que ultrapassassem esse número. Já pelo aspecto qualitativo, a dissertação pressupõe a capacidade de aplicação de um método de análise e interpretação, enquanto a tese implica a originalidade do tema ou da abordagem à luz da qual é exposta e discutida.

Uma tese de doutorado é uma proposição intelectual. Atualmente, é considerado principalmente o trabalho acadêmico que apresenta o resultado de investigação complexa e aprofundada sobre temas mais ou menos amplos, com abordagem teórica definida. “É um texto que se caracteriza pela defesa de uma ideia, de um ponto de vista. Ou então pelo questionamento acerca de um determinado assunto. O autor do texto dissertativo trabalha com argumentos, com fatos, com dados, que utiliza para reforçar ou justificar o desenvolvimento de suas ideias”.

Uma tese de conclusão de curso, uma dissertação de mestrado, uma tese de doutorado e de pós-doutorado podem-se aproveitar o miolo e serem transformadas em partes e cada parte dividida em alguns capítulos.

Parece óbvio, mas o texto deve ser legível. Isto é: não imprima o texto em fonte Gótica tamanho 8, com margens de meio centímetro em uma página do tamanho de um cartão postal. Ninguém vai ler. Exercite a sensatez. Uma fonte no estilo Arial ou Times, tamanho 12, em um papel A4, com margens 3 cm na esquerda, 2 na direita, 2 em cima e em baixo. Não se preocupe com os erros. Não utilize adjetivos em excesso para descrever os substantivos. Quando terminar, é hora de corrigir os erros e a gramática. Sempre tenha consigo um dicionário e uma enciclopédia quando estiver escrevendo. Você pode ter que verificar palavras, encontrar significados ou procurar sinônimos para usar. Você pode querer editar algumas vezes. Para publicar um livro, basta ter uma história para contar e dedicação para escrever muito e escrever bem. Se faltar motivação – o que também é essencial para começar, pegue a dica que Daniel H. Pink dá em sua obra Drive: trace seu objetivo, entenda que você é quem está no controle da sua vida e parta para se tornar relevante no que se propõe a fazer.

As pessoas têm uma capacidade muito pequena de concentração. Não se esqueça dessa verdade soberana ao escolher cada palavra em seu livro, especialmente no primeiro capítulo. Não espere paciência dos seus leitores. Se os primeiros parágrafos não forem capazes de prender a atenção deles, você corre um sério risco de ser trocado por uma literatura muito mais dinâmica.

Um livro é uma tecnologia. Nem sempre esse objeto tão banal para nós teve o formato que conhecemos. E há critérios que estabelecem diferenças entre materiais impressos. Por exemplo, a Unesco define que livro é um impresso com miolo entre capas que possua mais de 49 páginas. Se não for isso, não teremos um livro, mas um folheto.

Não apenas a Unesco, mas outros órgãos e instituições definem qual deve ser a estrutura de um livro. Geralmente, considera-se o livro impresso, a despeito da existência cada vez mais forte do e-book. Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), um livro tem, além do texto propriamente dito, os paratextos, que são elementos que vêm antes ou depois do principal.

Vejamos os elementos mais importantes, que costumam aparecer nas obras de muitos escritores.

Capa e contracapa (ou quarta capa)

A capa protege o livro, mas também serve para seduzir os leitores. Não é à toa que muitas editoras investem em capas bonitas, chamativas, elegantes, visíveis. Geralmente, são feitas de material mais duro, mais resistente, de gramatura maior que a do miolo, justamente para mantê-lo protegido e conservado.

Já que as capas existem, costumam ser usadas também como suporte para alguns textos que ajudam a vender os livros: textos na contracapa, trechos instigantes da obra, dados do autor etc. A capa, propriamente, serve para identificar obra, autor, editora e outras informações interessantes.

Folha de rosto

A folha de rosto e a falsa folha de rosto (opcional) trazem informações sobre a obra que repetem a capa, mas também podem adicionar mais dados, como número de edição ou impressão. Nas costas dessa folha, costuma vir a ficha catalográfica, geralmente feita por bibliotecários. Com isso, é possível classificar a obra, registrar o seu número intransferível (ISBN — International Standard Book Number) e juntar dados, como créditos dos profissionais da edição.

Dedicatória e agradecimentos

Quem não sonha com isso? Um dia, dedicar a obra aos filhos, aos pais, aos amigos. Essas são folhas que servem para homenagear, agradecer, explicar. Do mesmo modo, a folha de epígrafe, opcional, mas que muita gente usa para transcrever algum trecho inspirador de outra obra. Um poema, uma frase, um excerto filosófico pode vir aí, mostrando que um livro puxa outro.

Sumário

É comum e recomendável que se siga o sumário. Trata-se de uma espécie de esquema que traz os capítulos e as seções, com seus títulos e numeração de página. Com ele, é possível encontrar partes da obra quase diretamente, sem ter de folhear de forma aleatória.

Não confundir sumário com índice. Os índices vêm no fim da obra, e nem todas têm. Costumam ser por temas ou por assuntos tratados no livro.

Prefácio e apresentação

Pode ser importante apresentar a obra ao público, fazer um estudo sobre ela, mostrar a que veio. Isso é feito pelo próprio autor, e aí costuma se chamar apresentação. No entanto, é mais comum que os autores convidem outros autores, mais importantes e reconhecidos, para falar sobre a obra. Isso ajuda a divulgá-la e a legitimá-la. Os prefácios costumam ser escritos por outros, assim como os posfácios, que são a mesma coisa, só que depois do texto principal.

Essa é a estrutura básica de um livro, muito embora o essencial mesmo sejam capa, contracapa e miolo. O sumário deve entrar nessa lista. Tudo o mais depende bastante da vontade do autor e do campo de publicação: literário, técnico, religioso, autoajuda, infantil etc. O planejamento de tudo isso é bem importante para que um livro chegue ao seu público e tenha a devida atenção.

Há três formatos básicos de impressão, o A5, o A4 e o 16 cm x 23 cm, sendo os mais usados o A5 (14 cm x 21 cm) – formato tradicional de livro – e o A4 (21 cm x 29,7 cm).

As referências para margeamento e formatação de página são as seguintes:

Livro A5

Papel para formatação básica: tamanho carta (216 mm por 279 mm)

Margens:

Direita – 6 cm

Esquerda – 6 cm

Superior – 3 cm

Inferior – 8 cm

Livro A4

Papel para formatação básica: tamanho A4 (210 mm por 297 mm)

Margens:

Direita – 3cm

Esquerda – 3 cm

Superior – 3 cm

Inferior – 3 cm

Recomendações Gerais

Espaço entrelinhas: simples ou 1,5.

Fontes: Times New Roman 12 é o mais usado.

Parágrafos: Usa-se um recuo de 2 cm (formato europeu); também se pode simplesmente deixar um espacejamento de uma linha após o parágrafo, sem recuo de 2 cm nesse caso. Em ambos os casos, justifica-se (de ambos os lados) o texto em geral.

Capítulos: Cada capítulo deve sempre iniciar numa página ímpar, mesmo que a par anterior fique totalmente em branco (norma da ABNT, para livros).

Sumário: Usa-se um sumário, nas primeiras páginas do livro (quando no final, se chama índice e pode ser feito para tabelas, fotos, gráficos, autores citados, etc.).

Referências e citações: Deve-se seguir as normas de citação e referência constantes deste site, conforme as prescreve a ABNT.

Capas: Venha com uma ideia ou algumas fotos se quiser (se elas vierem já digitalizadas, o ideal é que possuam uma definição de pelo menos 600 dpi). Há bastante flexibilidade para criação de capas, mas isso fica para um momento posterior do processo de edição.

Amazon.com (NASDAQ: AMZN) é uma empresa transnacional de comércio eletrônico dos Estados Unidos com sede em Seattle, Estado de Washington. É claro que a Amazon, uma das maiores empresas do mundo, também teria sua própria plataforma de autopublicação. A Kindle Direct Publishing, ou KDP, também é bem simples e tem a vantagem de expor seu trabalho para um público gigantesco. Por se tratar da Amazon, o autor que publica livros pela KDP entra para uma lista de milhares outros autores independentes de todo o mundo.

O processo é descomplicado: em poucos segundos, você pode se cadastrar ou logar-se com sua conta Amazon. Em 5 minutos, conforme o site já indica, é possível publicar sua obra. Em seguida, dentro de até 48 horas, ela estará disponível para venda no mundo todo.

Os livros também são publicados na Kindle Direct Publishing gratuitamente e de forma mais rápida do que qualquer outra plataforma. Uma vantagem óbvia, também, é que para a publicação ir diretamente para a loja Kindle é bem fácil.

Outra função interessante da KDP é que você pode deixar o livro gratuito por um tempo limitado. Assim, fica mais fácil atrair um número maior de fãs para depois, de fato, concretizar suas vendas.

Publique seu livro com capa comum na KDP, o primeiro passo para a publicação é se cadastrar no endereço eletrônico:

https://www.amazon.com/ap/register?clientContext=135-6449623-2989807&openid.pape.max_auth_age=0&openid.identity=http%3A%2F%2Fspecs.openid.net%2Fauth%2F2.0%2Fidentifier_select&siteState=clientContext%3D130-9797557-9309952%2CsourceUrl%3Dhttps%253A%252F%252Fkdp.amazon.com%252Fbookshelf%253Flanguage%253Dpt_BR%2Csignature%3Dgr4c8DbV3fyPmW3fKQqdhnZSufe9AanCXWskoFQAAAABAAAAAFqq5YlyYXcAAAAAAsF6s-obfie4v1Ep9rqj&marketPlaceId=ATVPDKIKX0DER&language=pt_BR&pageId=kdp-ap&openid.return_to=https%3A%2F%2Fkdp.amazon.com%2Fap-post-redirect&prevRID=NKPPP13ASBDRRA6S2G29&openid.assoc_handle=amzn_dtp&openid.mode=checkid_setup&prepopulatedLoginId=&failedSignInCount=0&openid.claimed_id=http%3A%2F%2Fspecs.openid.net%2Fauth%2F2.0%2Fidentifier_select&openid.ns=http%3A%2F%2Fspecs.openid.net%2Fauth%2F2.0

Criar uma conta

Já tem uma conta da Amazon? Faça seu login no Kindle Direct Publishing (KDP) com seu nome de usuário e senha existentes da Amazon.

Não possui uma conta Amazon? Acesse http://kdp.amazon.com e clique em "Inscrever-se". Em seguida, clique em "Criar sua conta KDP" e insira seu nome, endereço de email e uma senha segura.

Depois de criar sua conta, você precisará inserir o autor, o pagamento e informações tributárias. Veja os tópicos abaixo para saber mais.

Informações sobre autor/editora

Insira seu nome e sobrenome, ou o nome da sua editora, e o endereço de correspondência que usaremos para fins de declaração de impostos e pagamentos de royalties.

Pagamento e banco

Ao configurar sua conta, você precisará fornecer detalhes para o recebimento dos pagamentos de royalties das vendas em cada loja da Amazon. As formas de pagamento disponíveis (depósito direto, transferência bancária ou cheque) são baseadas na localização do seu banco.

O depósito direto, também chamado de Transferência eletrônica de fundos (TEF), não possui um valor mínimo para pagamento e é a maneira mais rápida, segura e ecológica de receber seus pagamentos de royalties. Você receberá o pagamento pelas suas vendas aproximadamente 60 dias após o término de cada mês, independentemente do valor e na sua moeda local. Por conta dos benefícios do depósito direto, o Kindle Direct Publishing deixará de emitir pagamentos via cheque até o final do ano de 2017.

Clique abaixo o país ou a região na qual seu banco está localizado para ver onde o deposito direto está disponível:

Estados Unidos (US) | Reino Unido (UK) | União Europeia (EU) | Canadá (CA) | Brasil (BR) | Japão (JP) | Índia (IN) | México (MX) | Austrália (AU) | Nova Zelândia (NZ) | Outros.

Para obter mais informações sobre pagamentos, consulte esta página de Ajuda

Informações tributárias

As regulamentações fiscais dos EUA exigem que a Amazon colete informações sobre o seu status fiscal perante a lei dos EUA com o questionário tributário online na página da sua Conta KDP. Você receberá e validará suas informações tributárias antes de poder atualizar seus livros existentes ou publicar novos livros na Loja Kindle. O questionário tributário orientará você em todas as etapas sobre como coletar todas as informações necessárias para estabelecer a sua identidade fiscal. A taxa de retenção de impostos e certos requisitos específicos variam de acordo com a sua localização.

Para iniciar o questionário tributário:

Faça login em http://kdp.amazon.com

Clique em Conta de (Seu nome) no canto superior direito.

Desça na página até "Informações tributárias"

Clique no botão Preencher informações tributárias. Responda a todas as perguntas e insira todas as informações solicitadas durante o questionário. Você pode preencher o questionário novamente sempre que suas informações ou circunstâncias mudarem.

Cadastrado você vai acessar o endereço eletrônico: https://kdp.amazon.com/pt_BR/bookshelf 

Novas Edições Acadêmicas é a representação no Brasil da OmniScriptum GmbH & Co. KG, uma editora alemã, endereço comercial: Brivibas gatve 197, LV-1039, Riga Letónia, União Europeia.

A editora Novas Edições Acadêmicas oferece serviços de publicação sem custo para os autores. Nas Novas Edições Acadêmicas pode-se publicar projetos de pesquisa, trabalhos de conclusão de curso de graduação, dissertações de mestrado, teses de doutorado e trabalhos de pós-doutorado obtém uma incomparável difusão e recepção global graças à nossa experiência em publicação acadêmica e ao uso de novas tecnologias.

A NEA concentra-se na busca, para publicação de pesquisas concluídas nas diferentes áreas disciplinares. Publicar com a NEA é sempre gratuito para o autor, o qual recebe uma comissão sobre direitos autorais proporcionalmente, um exemplar eletrônico gratuito do seu trabalho e a possibilidade de obter exemplares impressos também de maneira gratuita.

Novas Edições Acadêmicas publica numerosos títulos em diversas áreas científicas. NEA é membro associada da American Booksellers' Association (www.bookweb.org) e da Booksellers' Association (www.booksellers.org.uk) do Reino Unido e da Irlanda.

Através de um formulário de contato que você acessa no endereço eletrônico: https://www.nea-edicoes.com/contact preenche um pequeno cadastro e envia o trabalho/manuscrito (no formato PDF ou Word, se for possível) para que seja avaliado. Em poucos dias, receberá os comentários, e informações se a NEA tem interesse na publicação do seu trabalho, bem como as mudanças (caso necessário) que devem ser sugeridas para que o livro seja comercializado mais facilmente. Havendo interesse, deverá aceitar os Termos e Condições antes de subir todas as informações necessárias na plataforma On-line (o trabalho no formato PDF, um título sugerido, o texto da contracapa, seu CV resumido e algumas palavras chaves). A NEA On-line lhe permite criar facilmente a capa para o livro seguindo alguns passos. Posteriormente, ocorrera a revisão e a aprovação. Depois que o Departamento de Desenho e Impressão o aprova, começa a fase de produção e marketing.

O arquivo do livro para a impressão deverá estar no formato PDF. Lembre-se de excluir a capa, o título e as páginas extras do seu arquivo PDF. Já na etapa de desenho, serão acrescentadas quatro páginas que incluem a capa e a informação da gráfica pela NEA.

Procedimento para publicar com a NEA

Enviar o trabalho (como mínimo de 42 páginas) por e-mail como arquivo PDF para o formulário de contato e você terá resposta no prazo de duas semanas sobre a viabilidade da publicação da obra, avisando sobre qualquer mudança sugerida. Durante este período, deverá ser proposto um acordo autoral com a NEA.

O seguinte passo será enviar a versão final do manuscrito e de outras documentações requeridas. A NEA on-line permite que você participe ativamente no desenho da capa, em coordenação com a equipe da editora, que irá guiá-lo na fase da produção e comercialização do seu título.

A Saraiva, uma das grandes livrarias brasileiras, também tem sua própria opção para publicar livros gratuitamente. No Publique-se, porém, o foco são os livros digitais. Lá, somente são vendidos os livros publicados como ebooks. Saraiva.com.br é uma empresa do grupo Saraiva e Siciliano S.A., CNPJ nº 61.365.284/0001-04, Rua Henrique Schaumann, nº 270, São Paulo – SP.

O Publique-se funciona de forma bem parecida com o KDP da Amazon. Voltado para a própria loja da Saraiva, o processo de se cadastrar e publicar seu livro é fácil e feito em poucos minutos. Como já fica explícito no site, é possível publicar seus livros com apenas um clique. Para usuários mais iniciantes, a Saraiva ainda disponibiliza um manual bastante didático ensinando tudo sobre publicação de ebooks.

A publicação de eBook pela editora Saraiva deverá ser precedido de cadastro no endereço eletrônico: https://digital.livrariasaraiva.com.br/publiquese/

Fundada em 2014, a Bibliomundi foi criada a partir da crescente harmonia entre os mercados editorial e tecnológico com a visão de ser uma líder na revolução do mercado de livros digitais.

A publicação de eBook pela Bibliomundi deverá ser precedido de cadastro no endereço eletrônico: http://bibliomundi.com/dashboard/ebook/cadastrar#

O ePub trata-se de um padrão internacional para eBooks, livre e aberto, organizado por um consórcio de empresas chamado IDPF – International Digital Publishing Forum. Encabeçam o IDPF empresas como Sony, Adobe, Microsoft, entre várias outras. O ePub é um arquivo produzido em XHTML, basicamente os mesmos códigos usados por uma página simples da Internet (HTML), acompanhado de uma folha de estilos .CSS para o controle do design e da diagramação. Imagens e fotos são embaladas, junto com o conteúdo – um arquivo para cada capítulo, em um arquivo com extensão ePub. Essa extensão é reconhecida pelo computador, também, como um arquivo compactado. A adoção do formato ePub, internacionalmente, decorre de duas necessidades básicas. A primeira, estabelecer um padrão aberto para os eBooks, que não pague royalties para nenhuma empresa e possa ser aperfeiçoado ao longo do tempo, à medida que o mercado evolui. A segunda, bastante prática, é permitir que o livro possa ser lido pela maior quantidade de aparelhos e programas possíveis, usando apenas um formato, para economizar tempo e dinheiro através de toda a cadeia de produção de eBooks. Por isso, a escolha da linguagem XHTML e a simplicidade do formato ePub foram decisões refletidas, que visaram facilitar a adoção e o emprego do formato sem maiores dificuldades e investimentos. Um livro feito em ePub permite que a leitura seja uma experiência boa em qualquer tipo de tela, independentemente do tamanho, ou do sistema. Pode-se aumentar ou reduzir o tamanho da fonte, alargar ou diminuir o tamanho da página. Com isso, é possível ler o mesmo eBook, o mesmo arquivo, em vários aparelhos, tanto faz se a leitura é no celular, no iPhone, no Sony Reader ou no PC. O texto é redimensionado automaticamente para o tamanho da tela.

A Bibliomundi é membro da EDItEUR, entidade internacional que desenvolve padrões de comércio eletrônico e de informações bibliográficas (metadados) para o mercado de livros, e-books e periódicos eletrônicos. Criada em 1991, a EDItEUR tem 110 membros em 25 países. O eBook na Bibliomundi geralmente fica disponível em até 72h.

Conclusão

Tornar-se escritor pode parecer difícil, mas na verdade é mais uma questão de postura. Ser escritor/a é saber usar os sentidos, observar o que existe em volta com clareza.

Publicar um livro pode ser a concretização de um sonho de criança, a imensa vontade de compartilhar ideias, o início de uma promissora carreira de escritor, a obrigação de informar as pessoas, conclusão de um trabalho acadêmico ou simplesmente uma realização pessoal. Enfim, seja qual for o seu objetivo, a publicação de um livro é uma passagem importante na vida de uma pessoa, que pode mudar a sua trajetória.

De acordo com a cultura popular, o ser humano tem sua missão na terra: plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro.

Na publicação independente, é você quem decide como será o seu livro e é tudo feito ao seu tempo. Você será responsável por todo o processo de revisão, edição, diagramação, define qual será o valor por cada obra e como será feita a divulgação. O livro será lançado da forma que você deseja, sem a interferência de editoras.

Escritores independentes nem sempre conseguem chamar a atenção das editoras, que sempre preferem fazer apostas seguras em autores já consagrados. Além disso, dos manuscritos que chegam até os editores, só alguns são aprovados. Ao optar por tornar o processo de publicação independente, o autor não precisa dessa aprovação (mas é sempre legal pedir a opinião dos amigos, mãe, tio, cachorro para saber como vai ser a aceitação do livro pelo público).

Escritores independentes, em sua maioria, não tem grana para bancar o processo inteiro. Qualquer autor pode publicar um livro por conta própria. Ser um autor independente é a melhor opção. Henry Alfred Bugalho é um autor independente que conseguiu a façanha de publicar vários livros por conta própria e fazer de um deles, o guia de viagens Nova York para mãos-de-vaca, um sucesso de vendas. Inteligente e articulado, ele comanda ainda a revista literária Samizdat.

Você pode, inclusive, publicar seu livro gratuitamente graças a várias plataformas existentes na internet. Se antigamente era muito difícil ter uma obra aprovada pelo editor de um grande selo, essa barreira caiu. Hoje, você pode publicar seu livro, tanto impresso quanto em formato de ebook, inclusive sem nenhum custo.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

NUNES, Luiz Antonio Rizzatto. Manual da monografia jurídica. 3ª ed. São Paulo: Saraiva, 2001.

RODRIGUES, André Figueiredo. Como elaborar referência bibliográfica. 7. ed. São Paulo: Humanitas, 2008.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

https://pt.wikihow.com/Escrever-e-Publicar-um-Livro

 


Conforme a NBR 6023:2000 da Associacao Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), este texto cientifico publicado em periódico eletrônico deve ser citado da seguinte forma: NOVO, Benigno Núñez. Como escrever um livro e publicá-lo a custo zero. Conteudo Juridico, Brasilia-DF: 06 ago. 2018. Disponivel em: <http://www.conteudojuridico.com.br/?artigos&ver=2.591130&seo=1>. Acesso em: 18 ago. 2018.

  • Versão para impressão
  • Envie por email
  • visualizações69 visualizações
  • topo da página


Artigos relacionados: